27 de fevereiro de 2012

EM ESPANHA, COMO EM PORTUGAL, SUCEDEM-SE OS ASSALTOS A CANARIS!!!


A saga de assaltos a canaris e instalações similares está a tornar-se um caso sério, já começam a rarear os meses em que alguém conhecido, ou não. fica sem as suas aves, muitas das vezes estes roubos causam prejuizos superiores ao valor das próprias aves que roubam pois levam exemplares cuja linhagem por vezes demora anos a ser conseguida.
Pelas noticias que têm vindo a ser divulgadas destas situações ressalta o facto de os ladrões roubarem sempre aves de grande qualidade e que não têm qualquer dificuldade em escoar nas feiras e mercados de aves ou até mesmo a outros criadores que poderão não se aperceber que estão a adquirir aves furtadas é lamentável mas é, infelizmente, uma realidade que se está a generalizar com preocupante rapidez.
O azar tocou desta vez a  um companheiro criador, espanhol, que me enviou um e-mail  que abaixo descrevo:

 "...Solicito colaboración

La pasada noche del jueves 23 al viernes 24 se produjo un robo de pájaros en la localidad de Gamonal (Toledo) a unos 5 km de Talavera de la Reina, criador José Fernández anillas Y-042 y Z-778.

Se han llevado más de 250 pájaros, entre los que se encontraban en su mayoría Ágata Topacios plata recesivo, Ágata topacios amarillos intenso y nevado, Ágata topacios rojo mosaico, Ágata topacio amarillo mosaico, lipocromo amarillo, lipocromo blanco recesivo y portadores de estos, aparte de 8 parejas de cardenalitos de Venezuela y 7 de Jilgueros mayor.

Lo han dejado todo limpio se lo han llevado todo, imaginaros la gran impotencia que se siente ante un suceso como este de cara a la cría todas las ilusiones y el tiempo invertido, los ánimos están destrozados y solo se piensa en que esta bonita afición llegó a su fin.

No sé donde vamos a llegar con esta gentuza que tenemos suelta.

Denuncias puestas en Guardia Civil y Policía Nacional.

Ruego cualquier colaboración que pudierais aportar sobre todo a las provincias limítrofes, dejo mi teléfono por si os enterarais de algo 695831281 y 616547224.

Muchas gracias por todo.

 Sin más recibid un cordial saludo Sergio Ríos..."

Segue a discrição das espécies e raças roubadas:

      Ágata topacio plata recesivo y dominante. 
Ágata topacio amarillo intenso, nevado y marfil.
Ágata topacio amarillo mosaico.
Ágata topacio rojo mosaico.
Lipocromo amarillo.
Lipocromo Blanco recesivo.
Cardenalito de Venezuela.
Juilgero mayor.

23 de fevereiro de 2012

ARLEQUINS 2012 (Casal n.º 5)



































Partilho foto do casal n.º 5  e das duas crias nascidas na primeira postura. 

Apesar de ainda mal emplumados deu para verificar que o passarito mais afastado irá ter umas costas variegadas com predominância melânica e o peito com uma maior predominância lipocrómica, já o irmão do meio, afigura-se com um canário a puxar ao lado do pai no dorso e à mãe no peito, por fim o último era de um casal com seis filhotes que retirei para este casal mas acabou por ser rejeitado e morreu.

16 de fevereiro de 2012

GESTOS E INCERTEZAS QUE TODOS OS ANOS SE REPETEM


Todos os anos nós, criadores, repetimos os mesmos gestos, às vezes experimentamos novos métodos mas o objetivo final é sempre o mesmo termos entre os canários nascidos "o tal" aquele que nos poderá, eventualmente, dar mais alegrias nos eventos em que participarmos. Para além disso vivemos, nos dias que antecedem o nascimento dos filhotes, em constante ansiedade; será que nascem todos? Os pais vão alimentá-los bem? Os exemplares nascidos para além "do tal" serão capazes de ombrear com os dos nossos companheiros de hobby nas exposições?

Enfim é todo um ritual de hábitos e de dúvidas que todos os anos repetimos desde o mais humilde ao mais afamado criador.

Um dos hábitos recentes que adquiri é vir até aqui mostrar os meus passarinhos umas vezes animado outras nem tanto mas sempre com vontade de partilhar. A primeira postura ainda se encontra a decorrer neste momento tenho duas fêmeas que andam a fazer o ninho num dia e a desfazê-lo no outro e aproveitei o facto de uma das fêmeas ter posto ovos goros para lhe meter 3 ovos de uma canária que tinha posto seis, curiosamente a "madrasta" vingou os três filhotes e a mãe dois, mesmo assim não é mau!

Partilho, entretanto, as fotos de dois dos meus casais e respetivas proles.

Casal n.º 4


Dois filhotes do Casal n.º 4

Casal n.º 18

Quatro filhotes do Casal n.º 18

10 de fevereiro de 2012

CANÁRIOS DE PORTE DE "A a Z" MEHRINGER


País de origem: Alemanha

Este canário oriundo da Alemanha teve em Karl Frank, criador alemão, o mentor do seu aparecimento tendo chegado a esta ave através da seleção de cruzamentos entre as raças Frisado Parisiense, Frisado do Norte, Gloster e Canários de Cor.

A ideia, concretizada, deste criador era a obtenção de um canário em tudo igual ao Frisado Parisiense exceto no tamanho; de facto enquanto o Parisiense tem como tamanho mínimo 19 cm o Mehringer, seu homólogo miniatura, não pode exceder os 13 cm.
A criação deste canário ocorre entre 1983 e 1989 altura em que em todas as principais exposições da Alemanha, Karl Frank, procedeu à apresentação do Mehringer.

Fotos da autoria de Fernando Zamora
 Nota: Esta pequena introdução, (não vinculativa) tem como base uma pequena pesquisa feita pela Internet suportada na leitura de vários textos.

Actualmente o Standard, do Canário Mehringer, aprovado pela C.O.M., é o seguinte:

TAMANHO
13 cm.
Pontuação: 20.

MANTO E BOUQUET
Manto – Volumoso, recaindo simetricamente de cada lado de uma linha média.
Bouquet – O bouquet é uma plumagem suplementar, implantada na parte inferior do manto e entre as asas, orientado à esquerda ou à direita.
Pontuação: 15.

JABOT E VENTRE
A plumagem dirige-se dos dois lados do peito para o centro, onde se junta. O ventre é igualmente frisado.
Pontuação: 15.

ALETAS
Implantadas nos flancos que se encontram acima das coxas, são simetricamente volumosas e de ambos os lados ascendentes.
Pontuação: 15.

CABEÇA, COLAR E “SUÍÇAS”
A cabeça do Mehringer é bastante larga e bem frisada, deve estar em harmonia com as proporções do corpo.
A cabeça bem inserida nos ombros por uma gola de penas levantadas que formam um colar.
As bochechas estão guarnecidas de “suíças”.
Pontuação 10.

PATAS E COXAS
Patas curtas com coxas frisadas.
Pontuação: 5.

CAUDA
A cauda deve ser larga e cerrada. As penas  de galo estão presentes em ambos os lados da cauda.
Pontuação: 5.

POSIÇÃO
A posição é erguida. A cabeça, o dorso e a cauda devem mostrar uma linha direita.
Pontuação: 5.

PLUMAGEM
Volumosa e sedosa.
Pontuação: 5.

CONDIÇÃO
Apresentação em boas condições de saúde e de limpeza. Todas as cores são autorizadas
Pontuação: 5.

Gaiola de exposição: Gaiola de cúpula com dois poleiros de 12 mm, distanciados 6 arames.


6 de fevereiro de 2012

AVES COM O STAM 598 J ROUBADAS


Esta é daquelas notícias que nunca gostamos de dar, mas cuja divulgação se reveste da maior importância. O Amigo Nuno Figueiredo ligou-me pedindo que divulgasse um roubo de canários, desta feita o roubo ocorreu em Viseu e o "contemplado" com a visita dos amigos do alheio foi o companheiro de hobby Rui Amaral (telemóvel 968 295 746), que hoje ao fim da tarde quando chegou do trabalho e foi, como habitualmente, tratar da passarada verificou que a garagem onde tinha cerca cinco dezenas de canários, brancos recessivos, lipocromos vermelhos intensos e nevados  e canários arlequins português, tinham sido levados juntamente com mais alguns exóticos por desconhecido(s) após arrombarem a porta da garagem.

Apela-se a todos os colegas que divulguem esta notícia chamando a atenção para o Stam das aves roubadas que é o 598J.

Se detetarem aves à venda com o Stam 598J para além de comunicarem às autoridades  poderão também informar o criador através do telemóvel acima referido.

Porque infelizmente já se vão tornando habitual noticias deste género é da maior importância a divulgação em todos os locais possíveis a fim de não ser facilitada a vida a este género de energúmenos.

1 de fevereiro de 2012

ASSIM VAI A PRIMEIRA POSTURA!


Já decorreram mais de três semanas desde que juntei os meus arlequins. Neste momento apenas três dos casais não dão sinal de quererem acasalar apesar de terem rigorosamente a mesma alimentação e condições climatéricas que os outros; também não é nada de preocupante pois o tempo corre um bocado incerto, com tendência para um abaixamento da temperatura, ainda que por poucos dias.

Este casal (macho par x fêmea poupa) brindou-me com quatro ovos cheios.

Dos casais que estão com ovos, os primeiros filhotes devem nascer já no próximo dia 5, havendo dois cujos ovos não estão galados mas vou deixá-los ficar assim mais algum tempo pois poderão, eventualmente, ajudar a criar filhotes de algum casal que não se porte muito bem.

Contas feitas, até ao momento, as fêmeas puseram 36 ovos (média de 4 ovos por casal) dos quais 22 estão galados pelo que, se tudo decorrer normalmente, com alguma expectativa vou aguardar a chegada de 22 filhotes.

Brevemente darei mais novidades.

Até lá!