29 de abril de 2012

ARLEQUINS 2012 - DUAS DAS ÚLTIMAS "AQUISIÇÕES"

Vários afazeres têm-me impedido de tirar fotos a alguns dos meus passarinhos para os ir mostrando por aqui mesmo de alguns dos juvenis que já se encontram nas voadeiras de desmame.

Por agora deixo duas fotos, batidas no passado 10, de um ninho com dois filhotes, curiosamente um Par e um Poupa.


24 de abril de 2012

RELANÇAR O CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS (2.ª e Última Parte)

No passado dia 25 de Fevereiro realizou-se, nos arredores de Leiria, um almoço de apoio à lista encabeçada pelo Dr. Paulo Milheiro Maia, candidata à Presidência do Clube do Canário Arlequim Português, que serviu também para o candidato, sob o tema Relançar o Canário Arlequim Português, apresentar os elementos que o acompanham no desafio de revitalizar o Clube do Canário Arlequim Português, tornando-o mais dinâmico, aberto e acessível a todos os que pretendem criar e criam o Canário Arlequim Português e sobretudo promover a defesa da raça apresentando, para dar consistência ao seu objetivo, um Programa de Intenção que foi escalpelizado ponto por ponto e mereceu rasgados elogios dos presentes.

Com a presença de cerca de três dezenas de apoiantes, (entre sócios do CCAP e criadores do canário arlequim português), e após todos os esclarecimentos foi a vez de se trocarem impressões com os presentes sobre o CCAP sendo de realçar o descontentamento de todos pelo caminho que vem sendo trilhado pela atual Direção do Clube e sobretudo pela (in)actividade que tem grassado no mesmo.

Partilho fotos de alguns dos momentos, agradáveis diga-se, que antecederam o início do almoço após o qual se deu início à apresentação da candidatura e seus objetivos. 

Foto com apoiantes e elementos que integram a lista do Dr. Paulo Maia.
Paulo Milheiro Maia, dando início à apresentação do projeto de candidatura.
Escalpelizando e desfazendo quaisquer dúvidas acerca do programa apresentado.
Não ficou uma só pergunta sem resposta ou dúvida por esclarecer tudo sendo apresentado com transparência e riqueza de pormenores.
Os presentes ouviam atentamente e com natural expetativa o que Paulo Maia dizia.
Momentos de intervenção do sócio Maia Fernandes e do criador e simpatizante Carlos Ramos.

19 de abril de 2012

ARLEQUINS 2012, BEM BOM!


Comparativamente com o ano anterior este ano, para mim, está a correr bastante melhor e perspetivo que devo ultrapassar o número de filhotes nascidos na época passada. Para além de já ter uns passarinhos com um variegado e posição interessantes as fêmeas, com exceção de duas estão, a portar-se lindamente cuidando dos filhotes que vão nascendo com desvelo.

Partilho aqui fotos de uma fêmea das que fiquei como suplente (que tem vingado todos os passarinhos que nascem) com cinco filhotes já quase a saírem do ninho.

Aqui veem-se quatro filhotes, todos Par, o quinto um poupa está escondido atrás dos irmãos.

O quinto filhote, o único Poupa da ninhada, aqui na foto à direita em segundo plano.
A mamã, à esquerda, vigilante como que procurando defender a prole.

16 de abril de 2012

RELANÇAR O CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS (1.ª. Parte)


No passado dia 25 de Fevereiro realizou-se, nos arredores de Leiria, um almoço de apoio à lista encabeçada pelo Dr. Paulo Milheiro Maia, candidata à Presidência do Clube do Canário Arlequim Português, que serviu também para o candidato, sob o tema Relançar o Canário Arlequim Português, apresentar os elementos que o acompanham no desafio de revitalizar o Clube do Canário Arlequim Português, tornando-o mais dinâmico, aberto e acessível a todos os que pretendem criar e criam o Canário Arlequim Português e sobretudo promover a defesa da raça apresentando, para dar consistência ao seu objetivo, um Programa de Intenção que foi escalpelizado ponto por ponto e mereceu rasgados elogios dos presentes.

Com a presença de cerca de três dezenas de apoiantes, (entre sócios do CCAP e criadores do canário arlequim português), e após todos os esclarecimentos foi a vez de se trocarem impressões com os presentes sobre o CCAP sendo de realçar o descontentamento de todos pelo caminho que vem sendo trilhado pela atual Direção do Clube e sobretudo pela (in)actividade que tem grassado no mesmo.

Partilho fotos de alguns dos momentos, agradáveis diga-se, que antecederam o início do almoço após o qual se deu início à apresentação da candidatura e seus objetivos.

Da esquerda para a direita: Armando Moreira, Vitor Cruz, Paulo Maia, Nelson Lopes e João Paulo Teixeira.


Momentos de boa disposição com Carlos Lopes, Nuno Silva e Nelson Lopes.

Da esquerda para a direita: Tiago Sottomayor, Rui Silva, Carlos Ramos, José Luís Rodrigues e Rui Godinho.

Nelson Lopes, Armindo Tavares, Nuno Silva, Carlos Ramos.

Carlos Ramos, Vitor Cruz e João Paulo Teixeira.


Rui Godinho, José Luís Rodrigues, Rui Silva e Tiago Sottomayor.

Tempo de começar a retemperar forças; na foto Nuno Silva, Nelson Lopes, Maia Fernandes e João Paulo Teixeira.

Carlos Ramos, Horácio Sousa, Rui Godinho, João Paulo Teixeira.
Maia Fernandes e Carlos Ramos.


Carlos Ramos e Luís Pena, à conversa.
Rui Silva, Maia Fernandes Carlos Lopes e José Luís Rodrigues.
Luís Pena, um criador emergente.
Enquanto Paulo Maia dava os últimos "retoques" nos dossiers que seriam entregues aos presentes, Horácio Sousa, Maia Fernandes e Dário Oliveira iam conversando e deambulando pelo espaço.
Aqui o tema  com Dário Oliveira, Nuno Silva e Carlos Lopes era, como não podia deixar de ser, o Arlequim Português.

10 de abril de 2012

CANÁRIOS DE PORTE DE "A a Z" FRISADO DO NORTE


País de origem: França

Este canário é, possivelmente, um dos mais difíceis de se saber com certeza o seu país de origem apesar desta ser atribuída à França pois foi, com efeito, durante algum tempo conhecido como o canário Holandês do Norte.

Como todas as raças de canários o Frisado do Norte surge por mutação com o canário comum e da seleção com outros canários frisados sendo um deles o canário Holandês do Norte e, possivelmente, o canário Trompeta do Rei.

Este canário é um canário de porte, integrando o grupo dos frisados ligeiros, e mede entre 17 e 18 cm devendo ter uma posição erguida que origina um ângulo de cerca de 60º relativamente ao poleiro sendo, obviamente, uma das suas maiores características a penugem frisada distribuída pelo corpo excetuando a cabeça, nuca, pescoço e abdómen que devem ser isentos de frisado.

O aparecimento deste canário ocorre em meados do Século XIX e tem, até aos dias de hoje vindo a ganhar alguma popularidade quiçá devido à sua boa capacidade reprodutora.

Nota: Esta ligeira introdução, (não vinculativa) tem como base uma pequena pesquisa feita pela Internet suportada na leitura de vários textos.


Atualmente o Standard, do Canário Frisado do Norte, aprovado pela C.O.M., é o seguinte:

MANTO E OMBROS
Manto simétrico, bem desenvolvido, partindo da linha média para os ombros. Manto desenvolvido (2/3 do dorso).
Pontuação: 15.

JABOT
Em forma de concha fechada.
Pontuação: 15.

ALETAS
Implantação simétrica, em direção aos ombros.
Implantação nem muito acima, nem muito abaixo, diante das pastas.
Pontuação: 15.

TAMANHO
17 a 18 cm.
Pontuação: 15.

POSIÇÃO
Posição erguida (60º).
Patas longas, ligeiramente fletidas.
Pontuação 15.

CABEÇA E PESCOÇO
Pequena cabeça redonda, bico não muito grosso.
Pescoço fino.
Cabeça, pescoço e nuca isentos de frisados.
Pescoço de comprimento proporcionado.
Pontuação: 10.

ABDÓMEN
Isento de frisados
Pontuação: 5.

CAUDA
Cauda longa e estreita.
Pontuação: 5.

CONDIÇÃO
Em boas condições de saúde e limpeza, sem deformações nem defeitos.
Pontuação: 5.

COR
São admitidas todas as cores.

Gaiola de exposição: Gaiola grande com dois poleiros de 12 mm, distanciados 10 arames.

7 de abril de 2012

CLUBE DO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS, ASSEMBLEIA GERAL


A pedido do Presidente da Mesa da Assembleia Geral, do Clube do Canário Arlequim Português, Dr. Paulo Milheiro Maia, que solicita a maior divulgação e/ou publicação reproduzo o texto abaixo que também se encontra publicado no site do Clube do Canário Arlequim Português.


ASSEMBLEIA GERAL

Convocatória

De harmonia com o disposto na lei e nos estatutos, nomeadamente o artigo 18º destes últimos, convoco os associados do C.C.A.P. para reunirem em Assembleia Geral no próximo dia 5 de Maio de 2012 pelas 10 horas, nas instalações da F.O.N.P. sitas na Rua Manuel Ferreira da Silva e Sá, 154* 4570-012 BALASAR, com a seguinte

Ordem de trabalhos:

1.– Apreciação do Relatório e Contas relativo ao ano 2011, apresentado pela Direção;

2.- Apreciação do parecer do Conselho Fiscal relativo às contas do ano 2011;

3.- Votação do Relatório e Contas relativos a 2011;

4.- Apresentação da(s) Lista(s) de candidatura aos órgãos sociais do Clube do Canário Arlequim Português, nomeadamente, Direção, Conselho Fiscal e Mesa da Assembleia Geral, para o triénio 2012-2014;

5. – Eleições para os titulares dos cargos sociais da Direção, Conselho Fiscal e Mesa da Assembleia Geral

6.- Apreciação da proposta de programa de atividades para o ano 2012, apresentada pela Direção eleita;

7.- Outros assuntos de interesse.

&; as Listas candidatas aos Órgãos Sociais do Clube devem ser enviadas ao Presidente da Mesa da Assembleia Geral até 15 de Abril de 2012, que, após verificação, as publicará no Site do Clube, juntamente com o respetivo programa de ação.

&; de acordo com o artigo 15º, nº 5 dos Estatutos o direito de voto pode ser exercido através de carta em envelope fechado, que deverá ser enviado para a sede da F.O.N.P. até 2.5.2012 (carimbo de correio).
Após publicação das Listas serão dadas as indicações, no site do CCAP, de como votar por correio.

Nos termos do disposto pelos Estatutos, a Assembleia Geral reunirá validamente, em primeira chamada, na data e hora acima indicados, desde que estejam presentes a maioria dos associados. Quando tal não se verifique, a Assembleia reunirá validamente, em segunda chamada, logo que sejam decorridos 30 minutos sobre a marcada, reunindo e deliberando sobre as matérias constantes da Ordem de Trabalhos, qualquer que seja o número de presenças então verificadas, de acordo com o artigo 18º, nº5 dos Estatutos.

Na reunião, serão admitidos a intervir e votar, os sócios efetivos que se encontrem no pleno gozo dos direitos associativos e que tenham liquidado as últimas quotas.

Porto, 2 de Abril de 2012

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

Paulo Milheiro Maia

4 de abril de 2012

ARLEQUINS 2012 - A MEIO DA ÉPOCA

A maior parte dos meus casais encontra-se a meio da época de criação (segunda postura) e apesar de duas das fêmeas teimarem em não quererem criar o saldo é positivo apesar de sair da média crias nascidas que previa no inicio da época ser francamente inferior. De qualquer forma, incomparavelmente, melhor que na época transata.

Há neste momento alguns casais que me estão a presentear com alguns passarinhos com um variegado interessante e que na primeira postura me presentearam com filhotes uni ou bicolores. Curiosamente inverte-se a situação em alguns dos casais que na primeira postura me deram filhotes variegados. Fazendo uma pequena operação matemática chego à "brilhante" conclusão de que em média me nasce um passarinho variegado por postura em cada casal; não sendo muito bom já dá para ficar um pouco animado. Para já há que aguardar por uma boa muda e esperar para ver o que a natureza me reserva.

Partilho, como de costume, fotos de mais alguns filhotes.


Três irmãos. O mais escurito vai ser variegado.
Com 28 dias este, filho único, foi separado dos pais na passada quarta-feira.
Três irmãos filhos de casal equilibradamente variegado.
Filho único, com trinta dias. Que pena não ser variegado! Nem parece o que postei aqui no passado dia 21!
Os dois filhotes mais claros foram "adotados" pelos progenitores do escurinho.