11 de dezembro de 2012

VI EXPOSIÇÃO DO CLUBE DO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS

Inserida na Exposição Euro Aves, vai ser realizada a 6.ª Exposição do Clube do Canário Arlequim Português.

Os interessados poderão obter as informações necessárias no site do Clube do Canário Arlequim Português não só para a inscrição de aves na exposição do Clube como, também, para a Euro Aves uma vez que o boletim de inscrição é o mesmo. 

Independentemente dos prémios a atribuir pela Euro Aves, o Clube do Canário Arlequim Português irá contemplar os criadores de arlequins que tenham obtido pontuação para tal com os troféus respeitantes ao 1.º, 2.º e 3.º classificados seguindo a regra do regulamento pois cada premiado receberá um único troféu com a menção das classificações obtidas.


Prémio Professor Dr. Armando Moreno

Será atribuído o Prémio Professor Dr. Armando Moreno ao criador de Canários Arlequim Português que para o efeito inscreva no respetivo boletim as 7 aves que pensa serão as mais pontuadas.
O prémio será atribuído em conformidade com as Regras de Participação mencionadas na ficha de inscrição.



3 de dezembro de 2012

EM JEITO DE BALANÇO, RESULTADOS DE 2012

Terminou no passado dia 25 de novembro  a 73.ª Esposizione Ornitologica Internazionale "Citta' del Tricolore", vulgarmente conhecida pela Exposição Ornitologica Internacional de Reggio Emilia, a quinta exposição em que participei.

Conforme efusivamente divulguei os meus canários arlequins português obtiveram quatro prémios nesta exposição. onde fiz participar todos os passarinhos (no total de 18, 2 equipas e 10 individuais) que já tinham passado por anteriores exposições de índole Internacional, além de mais quatro exemplares que foram pela primeira vez a uma exposição, tendo dois deles conseguido um 2.º e um 3.º lugar. Nada mau!



Os passarinhos que apresento em slide neste texto são os que foram utilizados nas várias exposições em que participei este este ano de 2012 com exceção de um cuja foto não consegui e que pontuou em Reggio Emilia.

Até chegarem a Reggio Emilia os meus passarinhos, passaram por:

One Day Show Internacional Arlequim Português "Terras do Sado"
Onde não obtiveram nenhum lugar no pódio.

Clube de Canários de Postura de Valongo
4.º e 5.º Classificado, individual, em Arlequim Português Poupa.

Campionato Ornitologico Internazionale dell' Adriatico, Pesaro/Ancona-Itália
1.º e 2.º Classificado, individual, em Arlequim Português, Par.
2.º e 3.º Classificado, individual, em Arlequim Português, Poupa.

Campeonato Ornitológico Internacional do Atlântico
1.º Classificado, equipa de fêmeas, em Arlequim Português Poupa.
1.º Classificado, individual, em Arlequim Português Par, adulto.
2.º Classificado, individual, em Arlequim Português Poupa, adulto.

Ornishow Internacional do Douro
1.º Classificado, equipa de fêmeas, em Arlequim Português Par.

Esposizione Ornitologica Internazionale Reggio Emilia
1.º Classificado, em Arlequim Português Par.
1.º Classificado, em Arlequim Português Poupa.
2.º Classificado, individual, em Arlequim Português, Poupa.
3.º Classificado, individual, em Arlequim Português, Par.

Como não irei participar no Nacional e Mundial, conforme também já havia referido, vai sobrar-me um pouco mais de tempo para idealizar os casais para 2013 e apreciar o seu comportamento antes de os juntar na altura apropriada.

21 de novembro de 2012

CLASSIFICAÇÃO OFICIAL OBTIDA NO INTERNACIONAL DE REGGIO EMILIA

Confirma-se e, aliás, melhorou a classificação dos meus canários Arlequim Português no Internacional de Reggio Emilia, em conformidade com a lista oficial dos vencedores.

De fato os meus passarinhos obtiveram não três, como referi na noticia anterior, mas quatro prémios assim distribuídos:

1.º Classificado em Arlequim Par, equipa, com 363 pontos.
1.º Classificado em Arlequim Poupa, equipa, com 360 pontos.
2.º Classificado em Arlequim Poupa, individual, com 91 pontos.
3.º Classificado em Arlequim Par, individual com 90 pontos.

Não podia pedir melhor forma de os meus passarinhos se despedirem desta época de 2012.

A todos os meus Amigos agradeço as manifestações de regozijo que me têm dirigido por telemóvel, mail ou facebook

EXCELENTE CAMPANHA, DOIS PRIMEIROS E UM SEGUNDO LUGARES EM REGGIO EMILIA


Apesar de ainda não ser oficial, pois não consegui aceder a nenhuma listagem de classificação, recebi a indicação de que pelo menos os meus canários arlequim português, terão obtido no Internacional de Reggio Emilia, Itália, dois primeiros lugares e um segundo.

A confirmar-se este resultado, este ano, os meus canários com a inevitável sorte à mistura tiveram um comportamento excelente nas sucessivas exposições em que participaram, sempre em crescendo.

Endereço desde já os meus parabéns a todos os portugueses premiados.

19 de novembro de 2012

ORNISHOW INTERNACIONAL DO DOURO


 Terminou no passado dia 11 de novembro o campeonato ornitológico com o título acima referido. 

Neste evento ornitológico não estive para participar pois pretendia preservar os meus passarinhos para o Internacional de Reggio Emilia; mas atendendo a que um dos clubes organizadores era o meu clube ornitológico de sempre, Clube Independente Ornitológico de Matosinhos, e se não participasse seria a primeira vez que tal aconteceria lá me decidi a concorrer fazendo para o efeito uma equipa de fêmeas de Canários Arlequim Português apenas para marcar presença.

Dando continuidade à a boa campanha que os meus, diversos, arlequins vêm fazendo esta época a equipa apresentada obteve o primeiro lugar naquela classe.

Partilho as fotos, possíveis, das quatro fêmeas apresentadas a concurso.

15 de novembro de 2012

INTERNACIONAL DE REGGIO EMILIA


Entreguei, há poucas horas, os meus Canários Arlequim Português para participarem na famosa exposição de Reggio Emilia, Itália. Esta é a primeira vez que participo num evento desta dimensão e senti algum nervosismo na hora de os deixar.

O Campeonato Ornitológico Internacional de Reggio Emilia, Itália, é, penso eu, um dos locais em que qualquer criador sonha pontuar. Eu não fujo à regra; por esse motivo passei praticamente o dia de hoje em volta dos meus passarinhos para que se apresentassem o melhor possível numa das maiores senão mesmo a maior exposição do género na Europa.

Segundo me disseram, porque nunca lá fui, a média de aves apresentadas a concurso ultrapassa muitas vezes as 20.000, não contando com as aves que são comercializadas nos restantes pavilhões que chegam a ser mais de 80.000. Um enorme mundo ornitológico!

Será nesta festa ornitológica que, conforme já anteriormente referi, os meus passarinhos têm a sua última saída do canaril sejam quais forem os resultados.

Não sendo hipócrita, pois quando participo em qualquer evento do género o objetivo é marcar, confesso que os meus passarinhos levam com eles a minha esperança de um lugar no pódio, assim a sorte os acompanhe e se mantenha como até aqui do lado deles, mas se tal não acontecer ficarei contente na mesma pois esta época ornitológica, desportivamente, correu-me lindamente.

Para todos os portugueses que irão estar com os seus passarinhos neste evento vai, como sempre, o meu mais sincero desejo de que tenham boa sorte, pois significará, também, que a Ornitologia Portuguesa continua a levantar bem alto o nome de Portugal.

10 de novembro de 2012

CAMPEONATO ORNITOLÓGICO INTERNACIONAL DO ATLÂNTICO



Terminou no passado dia 4 de novembro mais uma edição, a sétima, do Campeonato Ornitológico Internacional do Atlântico, desta feita na bonita cidade de Barcelos, onde participei com oito dos meus passarinhos; uma equipa e quatro individuais, tendo sido contemplado com três prémios nas seguintes classes:

E369 - Equipa de Arlequim Português Poupa, fêmeas.
1.º Lugar com 360 pontos

E372 – Arlequim Português Poupa, macho, adulto.
2.º Lugar com 90 pontos

E378 – Arlequim Português Par, macho, adulto
1.º Lugar com 90 pontos

A exemplo de anos anteriores o evento decorreu, com grande afluência de visitantes para além dos participantes no certame, sob a tutela de uma organização a todos os títulos extremamente eficaz. Não fosse o fato de ter “desaparecido” um passarinho do local da exposição, situação que pontualmente acontece, infelizmente, em certames deste género o êxito teria sido total. Mesmo assim é de louvar e parabenizar todos os elementos que levaram a cabo mais este evento.

Partilho com os amigos que vão tendo a paciência de seguir este espaço algumas fotos de alguns dos meus passarinhos e outras, com os momentos de pose, para a posteridade bem como uma outra onde, novamente, no fantástico mundo dos passarinhos fiquei a conhecer dois senhores conhecidos do mundo ornitológico italiano, e não só, os convoyers e criadores italianos sr. Mario Pillotti (carinhosamente tratado por Super Mário) e sr. Francesco Rosa que espero rever em novos eventos ornitológicos.

Arlequim Português Poupa, macho adulto, vice-campeão da respetiva classe. (foto retirada do Fórum Canaricultura Tuga)
Duas das fêmeas Arlequim Português Poupa, que integraram a equipa vencedora da respetiva classe.

Com o Arlequim Poupa, adulto, na mão e indicando a equipa de fêmeas, de 2012, vencedora.
Arlequim Português Par, macho adulto, campeão da respetiva classe. (foto retirada do Fórum Canaricultura Tuga)
Apontando o Arlequim Português Par, macho adulto, vencedor da classe.
Com Mario Pillotti à esquerda, eu ao centro e Francesco Rosa à direita.























Seja qual for o resultado que os meus passarinhos venham a obter na exposição Internacional de Reggio Emilia a minha participação em eventos ornitológicos, este ano, ficará por aqui.

A todos os companheiros de hobby desejo os maiores êxitos ornitológicos nos eventos onde ainda tencionem participar.

2 de novembro de 2012

CLUBE DE CANÁRIOS DE POSTURA DE VALONGO

Decorreu no passado dia 20 de Outubro o 7.º Show de Canários de Postura, levado a efeito pelo Clube de Canários de Postura de Valongo, do qual me tornei fã e onde já participei duas vezes contando com esta última.
Este Clube, constituído por pessoas simpáticas e sempre disponíveis para resolver qualquer entrave que algum expositor tenha.
É notável a qualidade das aves a concurso, avaliadas por sistema de comparação, que a cada ano vem aumentando e conta entre os seu expositores com vários campeões nacionais dos quais destaco Vitor Neves, António & Teresa Ferrão, Américo Ferreira e António Girão, entre outros de que não me recordo agora e aos quais peço desculpa por isso; sendo que alguns deles são sócios do Clube.



Pois eu participei neste show, com alguns passarinhos, tendo obtido dois modestos lugares o 4.º e o 5.º em Arlequins Poupa, mas nem por isso menos importantes para mim pois para além de trocar impressões com o Senhor Juiz presente tive oportunidade de, mais uma vez, me divertir conversando com os restantes colegas quer criadores de Arlequins, quer de outras raças de canários.
O tempo decorreu célere e o sábado passou rapidamente chegando por isso cedo de mais a hora das despedidas.
Daqui endereço os meus parabéns aos vencedores e para os que não venceram, como foi o meu caso, deixo a minha frase favorita contra as contrariedades; "não há que desanimar". Pela minha parte e nada havendo de anormal para o ano lá estarei novamente.

27 de outubro de 2012

ARLEQUIM POUPA - 2012


Continuando a divulgar alguns dos passarinhos nascidos no meu canaril, partilho hoje a foto de um arlequim que tem a particularidade de num dos lados ser quase todo lipocrómico e do outro ter um variegado quase equilibrado porquanto em metade do dorso que não se vislumbra na foto tem branco.
Esta é uma daquelas aves em que se os progenitores fossem um de predominância melânica e o outro variegado se poderia dizer que tem metade das caraterísticas de cada um deles. Não foi o caso pois ambos são equilibradamente variegados.


Ave filha de pai arlequim par, (50% melânico x 50% lipocrómico) e de mãe arlequim poupa, (50% melânica x 50% lipocrómica).

21 de outubro de 2012

CAMPIONATO ORNITOLOGICO INTERNAZIONALE DELL'ADRIATICO


Decorreu no passado dia 14 de outubro o Campeonato Ornitológico Internacional do Adriático, Itália e, fui bafejado pela sorte, tendo os meus Arlequins Português obtido quatro lugares no pódio.

Tive alguma dificuldade em saber quais tinham sido os Arlequins premiados e, agora com a certeza de quais foram, partilho as fotos possíveis dos meus heróis, bem como os respetivos diplomas a que tiveram direito.







15 de outubro de 2012

UM DOMINGO DEDICADO AO CANÁRIO ARLEQUIM PORTUGUÊS!


Decorreu no passado dia 7, nas instalações dos Bombeiros Voluntários de Pinhal Novo, o segundo certame do One Day Show Internacional Terras do Sado dedicado ao Canário Arlequim Português.

Apesar de ser um confesso entusiasta destes magníficos canários custou um bocado começar o dia pelas 3:30 horas da madrugada uma vez que tínhamos de entregar os canários e entre as 7:00 e as 8:00 horas mas o Canário Arlequim Português merece, este e outros sacrifícios.

Cerca das 3:45 estava o grupo (Armindo Tavares, Carlos Lopes, Nuno Silva e Paulo Maia completo (menos um dorminhoco, Vitor Cruz, que seguiu depois sózinho).

Com uma pequena pausa, pelo caminho, para o pequeno almoço cumprimos o horário com pontualidade britânica.


Foi com alguma curiosidade que entrei no local da exposição, deparando com um espaço amplo, agradável e com bastante luminosidade não só artificial como natural, tendo após os habituais cumprimentos da praxe começado a deambular por entre as míriades de cores que os arlequins presentes ostentavam. Soberbo!



Terminada a receção das últimas aves entre as quais as de um ilustre concorrente, o Prof. Dr. Armando Moreno, houve uma pequena introdução protagonizada por um elemento da Organização que deu as boas vindas aos presentes, procedendo à apresentação dos senhores Juízes Jorge Quintas e Paulo Fernandes (por motivos profissionais o Juiz Paulo Ferreira não pode comparecer), que deram de seguida início à difícil tarefa de escolher as melhores aves, tarefa essa que durou até cerca da 13:00 horas, não sem antes ter havido uma pausa para um cafézinho e já algumas dissertações entre os presentes sobre como estava a decorrer o evento.




Após o término do julgamento das aves, avaliadas por comparação, e com esclarecimentos pertinentes por parte dos senhores Juízes houve lugar a uma das partes não menos importante deste evento, o restabelecimento de forças com a ingestão do almoço num restaurantezinho simpático, constituído por um misto de carnes grelhadas alternado com as costumeiras chalaças entre os criadores.





Terminado o almoço voltamos todos para a exposição para, não só, se apreciar devidamente os "príncipes" apresentados a concurso como para trocarmos impressões sobre este ou aquele exemplar e chamando, se caso necessário fosse, um dos senhores juizes para esclarecimentos e eliminação de possíveis dúvidas. 

Como em todas as exposições há os que concordam e os que não concordam com determinada classificação por este ou aquele motivo, mas no fim  quem sai sempre e em qualquer circunstância vencedor é o Canário Arlequim Português, pois não tenho a mais pequena dúvida que é com estas trocas de impressões, sejam elas concordantes ou não, que quem sempre lucrará será o Arlequim Português.

Após terem sido entregues os troféus aos premiados e as medalhas de presença aos restantes expositores foi chegada a hora da despedida com o levantamento das aves, não sem antes os representantes das instituições que apadrinharam  o evento terem manifestado o seu regozijo pela forma como o mesmo havia decorrido, com desportivismo, boa disposição, interesse demonstrado, enfim como eu costumo dizer com elevação; tendo o certame sido encerrado da forma como começou: com um elemento da Organização a agradecer a presença de todos os presentes e prometendo que para o ano haverá mais.




Termino esta pequena narração por onde, provavelmente, deveria ter começado é que esta exposição foi só, e até prova em contrário, a que mais canários Arlequim Português, agregou no mesmo espaço, quase 400 exemplares ou com mais rigor, pois creio não ter ouvido mal, 377 exemplares. 

Penso que pouco mais haverá a dizer que não seja dar os parabéns à Comissão Organizadora por um evento que, quanto mais não fosse pela quantidade de exemplares presentes, já seria um êxito; parabéns extensivos aos participantes que pontuaram e deixando uma palavra de apresso para os que não tiveram a mesma sorte e que devem continuar a criar o Canário Arlequim Português com o mesmo entusiasmo com que o apresentaram.

As fotos das aves que ilustram o texto foram fotografadas aleatoriamente pelo que não obedecem a qualquer valor ou ordem específica.

13 de outubro de 2012

ARLEQUIM POUPA - 2012


Retomo hoje, de novo, a partilha de fotos dos meus passarinhos nascidos em 2012 com a designação dos progenitores.

O exemplar que hoje apresento é irmão do arlequim par publicado no passado dia 18 de Agosto, possuidor da anilha 015-12.

Ave filha de pai, arlequim par, com predominância lipocrómica (80%L x 20%M) e de mãe, arlequim poupa, variegada (60% melânica x 40% lipocrómica).

12 de outubro de 2012

SÊ BEM VINDO, BERNARDO!


Creio que desde que tenho este espaço nunca estive tanto tempo sem vir por aqui, como é meu desejo, partilhar o pouco que me acontece no mundo dos passarinhos, mas tenho uma razão, super especial, para tal que nada tem a ver com a minha paixão ornitológica. Creio que com a pequena quadra com que dou inicio à minha prosa todos se aperceberão de imediato do motivo deste escrito ser especial. Poderá parecer-vos um pouco banal, mas escrevo apenas o que me vai na alma.

São os filhos a nossa vida,
Os netos nova esperança;
Com esta ideia querida,
A vida nunca nos cansa!

Fiquei com esta quadra, cujo autor desconheço, na cabeça desde a primeira vez que a li, era eu criança. Depois disso já a vi centenas de vezes pelos mais dispares lugares com particular relevo nos pratos de adorno que se penduram nas paredes.

De fato a quadra tem tanto de poesia, como de verdade, é que eu meus amigos, que me encontro no começo do outono da vida, tenho uma razão acrescida para gozar, se tal expressão posso utilizar, o resto da vida descansadamente acompanhando o crescimento do meu, para já, primeiro e único neto; um rapagão nascido no passado dia 2, pelas 13:18 horas, com 3,940Kgs.

Numa altura em que a carestia de vida a todos aflige, em momentos como os que tenho vivido tudo se torna cor de rosa (deveria dizer azul pois trata-se de um menino) pois sempre que olho para aquele bonequinho rosadinho esqueço-me das agruras da vida e lembro-me neste momento de um trecho do tema cantado por António Gedeão, em Pedra Filosofal, que se pode aplicar a todos os recém nascidos que nos vêm alegrar a vida e que diz que;

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.

Que Deus ilumine o caminho deste pequeno ser, o meu neto, para que cresça forte, sadio e sábio amparado pelos pais e abençoado pelos avós.

Sê bem vindo Bernardo!

25 de setembro de 2012

CANÁRIOS DE PORTE DE "A a Z" FRISADO SUÍÇO



País de origem: Suíça

Rezam as crónicas que o canário Frisado Suiço teve a sua origem no inicio do século vinte por seleção do cruzamento entre o Frisado Parisiense numa fase inicial e posteriormente entre o Frisado do Sul e Scotch Fancy.
Desses cruzamentos, a par com outras aves frisadas, surgiram pássaros que apesar de frisados, com peito, manto e fachos perfeitamente definidos apresentavam posição, cabeça e frisado bastante variáveis.
Um primeiro padrão, no intuito de definir as características de uma raça, foi feito pelos Srs. Hässing, Lambert, Soleure, e Zehle. Esse padrão foi submetido a uma assembleia de criadores que o aprovou e, a partir daí, começou a seleção da nova raça, denominada como "Frisado Suíço".
A seleção, severa, desanimou alguns criadores, mas outros continuaram e conseguiram chegar ao tipo padronizado, especificamente suíço, que se caracteriza como o Scoth Fancy e outras raças pela forma arqueada da linha cabeça-pescoço-dorso e cauda.
Esta raça de canário não tem, aparentemente, muitos apreciadores pelo que a sua criação não está muito implantada internacionalmente, sendo mais acentuado o número de criadores da mesma no seu o país de origem.

Nota: Esta pequena introdução, (não vinculativa) tem como base uma pequena pesquisa feita pela Internet suportada na leitura de vários textos.

Foto de autor desconhecido, retirada da Internet.

Atualmente o Standard, do Canário Frisado Suíço, aprovado pela C.O.M., é o seguinte:

ATITUDE E FORMA
Em forma Elíptica.
Meia-lua.
Pontuação: 15.

TAMANHO
17 A 18 cm.
Pontuação: 10.

CABEÇA E PESCOÇO
Cabeça: Pequena e oval.
Pescoço: Longo e fino. Sem frisados
Pontuação: 10.

PLUMAGEM
Cabeça, pescoço e ventre sem frisados.
Pontuação: 10.

FRISADOS DO DORSO “MANTO”
Simétricos e cobrindo cerca de 2/3 do dorso.
Pontuação: 10.

JABOT
Simétricos. Em forma de cesto.
Pontuação: 10.

ALETAS
Simétricas e bem desenvolvidas.
Bem implantadas e levantadas.
Pontuação: 10.

PATAS
Longas e ligeiramente fletidas.
Coxas bem emplumadas.
Patas muito rígidas dão uma posição muito angular à ave.
Pontuação: 10.

CAUDA
Cauda longa.
Estreita, passando ligeiramente por debaixo do poleiro.
Pontuação: 5.

ASAS
Asas longas que não se cruzem.
Pontuação: 5.

CONDIÇÃO
Em boas condições de saúde. Sem deformações nem defeitos.
Pontuação: 5.

COR
São admitidas todas as cores, exceto o vermelho.

Gaiola de Cúpula: Com um poleiro de 12 mm.